Etérea Blog

General Organa

27 de dezembro de 2016
general-leia-sussie-tatiana-vieira

há algumas horas estava eu desenhando sobre Uganda, desenhando o George Michael. Sequência triste. Um tríptico agora. Há algumas horas via uma tirinha. Há algumas horas pensei em fazer uma. Então a tirinha dizia que General Organa tinha “maior força” que o ano de 2016. Ela teve mais força para ensinar outras coisas.

Carrie Fisher era uma leitora ávida, desde criança, apelidada pela família como “rata de biblioteca”. Passou a infância lendo literatura clássica e escrevendo poesias. Foi uma importante figura feminina no cinema, sobrevivente de um planeta destruído [ não a Terra, não ainda, calma, gente, menos, o planeta Alderaan ].

sem tempo para se entregar ao luto, por seu planeta e seus pais, Leia não vê outra alternativa a não ser trabalhar em prol da Aliança Rebelde. Sua primeira ação é justamente reunir os sobreviventes, protegê-los e conceder a possibilidade de reconstruírem sua sociedade.

durante a história, ela precisou mudar a opinião de seus principais aliados, lidar com traições, se envolver em combates físicos e negociações diplomáticas, além de tomar uma séria decisão quanto ao seus status de princesa de Alderaan. Foi uma proponente importante para a Aliança Rebelde, a mais jovem Senadora do Império Galáctico com dezoito anos de idade, além de ser membra da Família Real de Alderaan. Anos depois, foi instrumental na criação da Nova República, sendo eleita para a posição de Chefe de Estado, servindo duas vezes nesse posto.

para a maioria, um misto belamente confuso entre onde começa a atriz e onde termina a guerreira. Pois sim. <3