Etérea Blog

Sarvāṅgāsana

09 de dezembro de 2019
Sarvāṅgāsana-sussie-tatianavieira

Sarvāṅgāsana é a inversão sobre os ombros, um dos āsanas fundamentais do Haṭha Yoga. Tradução do nome desta postura: sarva = todos, aṅga = membro; “postura de elevação de todos os membros”. Mas em português falávamos simplesmente “vela”, em aula, e eu não entendia bem o que se passava, apenas sentia incômodo, por conseguir encostar o queixo no peito, mas a cervical era pressionada contra o chão – o tapete de yoga não dava conta do peso. Pois, que, depois de milhares de aulas de yoga no Rio, fui retornar meu caminho no yoga em terras germânicas. Tudo ficara fácil e difícil ao mesmo tempo. Mas gosto de pensar que sempre tenho vantagens, por vivenciar os mesmos temas por diferentes perspectivas, olhar com austeridade e ser de lugar nenhum, apenas observo.

em alemão essa postura chama-se Schulterstand, que seria como “suporte de ombro”, em tradução literal. Foi quando eu me vi pensando: “ué, mas como, se a cervical toda primeiro ali e eu sinto dor?” Fazia a postura perfeitamente, mas com dor, até que um dia fomos para o lindo mundo do intermediário e agora ficamos cerca de 8-10 minutos nas posturas. A dor era infinita, mas antes de chegar à Lua, comecei a me remexer com um cão cotó tentando pegar o rabo. Os minutos pareciam dias, eu suava, expirava cada vez mais longamente para suportar, até que em uma das remexidas, plim, a mágica aconteceu. Simplesmente meu corpo achou a forma e, não apenas isso. Ele se acomodou lindamente e para sempre. Eu tinha uma pequena elevação na cervical de três milhões de anos a.C. e simplesmente não tenho mais.

não estou aqui para levantar bandeiras de clubinho, até porque minhas atividades são um tanto variadas, mas: pasmem: corrigi muita coisa em u m a aula. Isso mesmo, uma e graças a um asana de 10 minutos de duração. Tenho zero problema na cervical atualmente e espero poder ajudar o planeta todo com essa descoberta pessoal e que todos os praticantes – de qualquer atividade física -, se percebam por si mesmos, pois é impossível dar conta de cada aluno em detalhe. Aprendemos tudo com outras pessoas, mas o caminho é individual e no nosso ritmo. Respeitemos e sejamos gratos pelo que temos.

e ainda, não só corrigi a região cervical, como dois pontos na coluna, que eram como placas quadradas, no meio de algo que em todo ser humano é curvo e maleável. Apesar de ninguém perceber nada disso em mim facilmente, fazer rolamento e coisas do tipo, para mim era sempre algo doloroso, mas estava acostumada. Então, no dia seguinte ou quando cheguei em casa, a mágica. Estava tudo liso, como deveria ser. Hoje posso dizer que tenho as costas mais lindas e incríveis do planeta e estou pronta para novas auto descobertas. Aceito dicas também e seguimos juntos, de passinho. <3

Postagens relacionadas

moving-sussie-tatiana-vieiraContinue caminhando sofasana-sussie-tatiana-vieiraSofasana time-sussie-tatiana-vieiraRespire